COMPROVADO: ESPÍNDOLA, MOACIR E ZÉ PREFEITO COMPRARAM APARTAMENTOS NA PRAIA COM DINHEIRO DO SINDICATO

A auditoria realizada nas contas das gestões passadas do Sindirodosul comprovou que os ex-presidentes do Sindirodosul Francisco Espíndola, Moacir Anger e o ex-vice-presidente e tesoureiro Zé Prefeito compraram apartamentos em Tramandaí com dinheiro do sindicato.

Achando-se muito finos e superiores aos membros da categoria que deviam representar, os três adquiriram os imóveis num condomínio fechado na frente da Petrobras, na RS-030, para não se misturar com os colegas na nossa colônia de férias, a Pousada do Peixe.

Por essa e muitas outras falcatruas, eles foram afastados da direção do Sindirodosul pela Justiça em 2016, por meio de uma medida liminar. O afastamento foi confirmado por uma sentença da juíza Glória Valério Bangel, da Justiça do Trabalho, em abril último.

Muitas provas contra eles

Há muitas provas das acusações contra eles, como os comprovantes dos pagamentos realizados pelo Sindirodosul, em 2014 e 2015, referentes à compra por Moacir Anger de um apartamento e box coberto no condomínio próximo a Tramandaí, adquirido por R$ 124.930,00.

“Na sequência dos exames, detectamos a mesma situação ocorrida com pagamentos de compra na mesma unidade imobiliária, pelo então diretor José Antônio da Silva”, diz o relatório da auditoria, que localizou boletos pagos pelo Sindirodosul do apartamento comprado por Zé Prefeito, no mesmo condomínio.

Também foram encontrados comprovantes de pagamentos pelo Sindirodosul de um apartamento do Francisco Espíndola, no mesmo endereço. Como se vê, os três se entendiam tão bem nas falcatruas que queriam ficar sempre juntos.

Mas os “espertos” se deram mal, porque a obra não foi concluída, tanto que entraram com processo contra o empreendimento. 

Além disso, duas vezes, pelo menos, foram realizados pagamentos com a conta do sindicato das despesas de Mariane Barcelos da Rosa, que tinha união estável com Moacir na época. 

Leia mais clicando no link:

Moacir Recebia dinheiro das empresas direto na sua conta pessoal. 

O escândalo dos cheques: Vejam como Espíndola fez a farra com dinheiro do sindicato

Mandatos dos três:

Francisco Espíndola foi presidente em dois mandatos de quatro anos, a partir de 2006, mas renunciou no segundo mandato, em 2011 (mesmo assim continuou dentro do sindicato fazendo o que bem entendia). 

Moacir Anger era vice-presidente e assumiu o lugar de Espíndola, em 2011. Depois foi eleito para novo mandato em 2015 mas acabou afastado do cargo judicialmente em 2016. 

Zé Prefeito foi vice-presidente do Sindirodosul de 2002 a 2006 e Tesoureiro 2006 a 2016, quando renunciou. Foi presidente do Sindirodomun, de Cachoeirinha, de 1992 a 2016, ou seja, exerceu funções nos dois sindicatos ao mesmo tempo.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Copyright © 2020. Todos direitos reservados. Desenvolvido por